/Piso Vinílico: Vantagens e Desvantagens

Piso Vinílico: Vantagens e Desvantagens

Chegou a hora de construir sua casa ou reformar o apartamento, e com certeza muitas dúvidas rondam a cabeça durante a escolha dos produtos, porém, um assunto já está definido que foi a escolha do piso vinílico. Mas, você sabe em quais ambientes pode ser aplicado este material? Conhece suas vantagens e desvantagens? Confira neste artigo essas dicas e muito mais.

Piso Vinílico
Piso Vinílico Vantagens e Desvantagens

Piso Vinílico

Talvez não saiba, mas esse tipo de piso é uma das opções mais escolhidas nas construções, além de ser moderno e ecológico são fabricados utilizando-se materiais reciclados. Outro aspecto a seu favor é uma aparência suave, conforto e beleza, ao mesmo tempo apresenta resistência ao atrito e pode ser limpo facilmente, por meio de um pano úmido.

Primeiramente é bom esclarecer que piso vinílico e PVC descrevem o mesmo material devido a sua composição por PVC, minerais e aditivos, podendo vir em mantas, em placas ou réguas. Preferencialmente deve ser aplicado sobre contrapiso liso, regularmente com cola específica, por sinal sua aplicação é fácil e rápida de ser realizada por ser um piso razoavelmente flexível.

Agora, vamos conferir quais são as vantagens e desvantagens desse piso:

Vantagens

  • Termoacústico: Abafa os barulhos desagradáveis e também torna a temperatura ambiente mais confortável, independentemente da estação do ano, verão ou inverno.
  • Limpeza: É fácil e simples. Basta uma vassoura para remover o excesso de sujeira ou passar um pano úmido.
  • Variedade: Grande variedade de modelos e cores disponíveis no mercado. Por exemplo, as peças coloridas são aconselháveis para quartos infantis, já os tons que imitam madeira, combinam com o quarto, sala de estar e sala de jantar. Há também o que simula mármore, ideal para cozinhas e banheiros.

Preço: Seu custo varia de R$50 a R$250 o metro quadrado. Valor mais acessível em relação às peças de cerâmica, porcelanato e laminado.

  • Praticidade e Rapidez: Diferentemente dos outros revestimentos tradicionais, no caso da cerâmica e do porcelanato, a aplicação pode ser realizada por meio da técnica de clique, autoadesivo ou cola, inclusive sobre uma superfície já revestida por outro tipo de revestimento.
  • Hipoalérgico: Não acumula poeira. Por isso, pode ser considerado hipoalérgico.

Desvantagens

  • Adaptação às Superfícies: É extremamente importante constatar se o revestimento original está limpo, nivelado e impermeabilizado, caso contrário, o material não poderá ser aplicado.
  • Mão-de-Obra Especializada: Embora seja prática e rápida, requer mão-de-obra especializada para garantir um acabamento ideal. Por isso, é de suma importância ter um profissional experiente e habilidoso, com condições de avaliar a umidade da superfície, além de recortar as peças corretamente antes de aplicá-las.
  • Durabilidade: Sua durabilidade não passa de 15 anos. Após esse período é necessário efetuar a troca do revestimento.
  • Áreas Externas: A grande maioria das peças não tem resistência para suportar umidade, por isso não é aconselhável para áreas externas.